Portugal defronta na segunda-feira a Holanda (19H30) em mais um jogo de preparação para o Mundial’2018 e Fernando Santos já assumiu que vai fazer mexidas no onze.
“Haverá alterações no início e no decorrer do jogo. Não temos a pressão de querermos que todos os jogadores vão a jogo. Essa pressa é inimiga da perfeição e não é boa conselheira”, afirmou o selecionador nacional este domingo em conferência de imprensa.

E prosseguiu, avaliando o adversário que vai ter pela frente em Genebra, na Suíça. “Observámos o jogo frente à Inglaterra. Uma seleção com um treinador novo [Koeman] e novas ideias. No início do jogo anterior apresentou um esquema diferente e ao longo da partida foi apostando em alterações tácticas. Diante de Portugal não sei qual é o pensamento que vai implementar”, disse sublinhando esperar uma “equipa fortíssima”.

“Estamos habituados a ver a Holanda nas fases finais das grandes competições e estranhamos um pouco obviamente. A Holanda já não tem uma série de jogadores como Sjneider e Robben que nos habituámos a ver. A Holanda tem agora um treinador que vai apostar em novas ideias”.

Bas Dost e mais 10

Fernando Santos não se mostrou particularmente preocupado com a altura de Bas Dost (1 metro e 96) e com os ‘perigos’ que daí podem advir para a defesa das quinas.

“A Holanda tem quatro ou cinco jogadores dessa altura. Tem jogadores, em termos morfológicos, mais altos, mais fortes e isso não nos gera especial preocupação. Bas Dost tem feito excelentes prestações e tem jogado bastante bem pelo Sporting nos últimos anos, mas não vamos ter nenhuma atenção particular a qualquer jogador da Holanda”.

In: record.pt