Holandês terminou jogo em dificuldades e o treinador admite que o devia ter tirado

Jorge Jesus fez uma espécie de ‘mea culpa’ por não ter substituído Bas Dost no Sporting-Astana (3-3). O holandês terminou o encontro com algumas dificuldades – levou a mão à coxa esquerda, poupando-se nos derradeiros instantes – e o treinador admitiu que deveria ter substituído o holandês, até porque a eliminatória estava resolvida.

“Devia ter tirado o Bas Dost quando o Rafael Leão entrou. Para o proteger porque ele vem de uma paragem, mas eu olho sempre o jogo para a frente. Com 3-1 achei que ele e o Rafael podiam fazer estragos, não só no jogo aéreo. Acabei por dar cabo do Bas Dost, mas vamos ver o diagnóstico do Dr. Varandas”, afirmou Jesus à SIC Notícias.

In: record.pt