Decisão foi tomada por unanimidade.

O Tribunal da Relação do Porto deu razão ao Benfica pelo que o FC Porto fica proibido de revelar os emails  do clube da Luz.

Segundo avança o Jornal de Notícias, a decisão, que surge na sequência do procedimento cautelar dos encarnados, mereceu a unanimidade dos juízes desembargadores, que assim revogaram a decisão do Tribunal Cível do Porto, que recusara em primeira instância proibir a publicação dos emails.

Com esta decisão, o FC Porto e o seu diretor de comunicação, Francisco J. Marques, ficam impedidos de divulgar o conteúdo do correio eletrónico de diversos responsáveis benfiquistas, como o presidente Luís Filipe Vieira, o assessor jurídico da SAD, Paulo Gonçalves, entre outros funcionários.
In: record.pt